Comissão realiza Blitz pela Segurança no Trânsito no Centro Cívico de Teresina

A Comissão de Trânsito da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, realizou nesta sexta-feira (20) uma Blitz pela Segurança no Trânsito, no centro cívico de Teresina. Os advogados entregaram lixeiras para carro, adesivos e folders com informações sobre a segurança no trânsito aos motoristas e motociclista que passavam no local.

Segundo o presidente da Comissão de Trânsito, Humberto Carvalho, a blitz teve por objetivo chamar a atenção da sociedade para a paz no trânsito. “Nós possuímos um dado estarrecedor de que 100 pessoas por dia morrem por acidente de trânsito no Brasil. E OAB-PI defende o direito do cidadão de ter um trânsito seguro, por isso estamos mobilizando a população”, disse.
Além da blitzes em diversos pontos da capital, a OAB-PI também realiza uma campanha nas redes sociais, envolvendo os temas negligência, desrespeito, imprudência, impunidade e irresponsabilidade no trânsito. Na próxima terça-feira (24), a OAB-PI vai realizar mais uma blitz, na Praça João Luiz Ferreira.
O secretário geral da OAB-PI, Sebastião Rodrigues, destacou a importância de se conscientizar o cidadão para um trânsito melhor. “As pessoas devem entender que o risco que elas correm não é o da punição, e sim de vidas que estão sendo ceifadas. É necessário que todos assumam a responsabilidade para um trânsito seguro”, afirmou Sebastião.
Os motoristas que passaram pelo local, parabenizaram a iniciativa da Ordem. Antônio Barradas, servidor do Tribunal de Justiça, destacou a falta de consciência dos motoristas que circulam no centro cívico. “Todos os dias nós sofremos com carros mal estacionados e motoristas imprudentes nesta região. Aqui o fluxo é muito intenso por conta dos tribunais e do novo Fórum. A OAB-PI está de parabéns por tentar mobilizar estes motoristas para um trânsito melhor”, disse.
Também participaram da ação a vice-presidente da OAB-PI, Eduarda Miranda, e os advogados membros da Comissão: Samara Eugênia, Lucas Madeira, Ana Carolina Kalil, Priscila Vasconcelos e Edenilson Alvarenga. A blitz teve o apoio do STRANS, Escola de Trânsito do DETRAN-PI e Polícia Rodoviária Federal.
Fonte: OAB-PI